Brasil de Flato, o blog

segunda-feira, março 13, 2006

Brasil de Flato recomenda - Filmes no cinema



Ponto Final (Match Point, Inglaterra/EUA/Luxemburgo 2005)
Gênero: Drama/Suspense
Duração: 124 minutos
Direção: Woody Aleen

Um dos melhores filmes do ano até agora, porém, para curti-lo completamente é necessário esquecer durante a exibição de que o filme é de Woody Allen. Ponto Final não tem nada a ver com as últimas comédias do diretor, como Trapaceiros, O Escorpião de Jade e Dirigindo no Escuro, que também foram bons filmes, porém completamente diferentes. Ponto Final não tem nenhuma cena engraçada. Outra diferença com as produções habituais do diretor é que Ponto Final se passa em Londres, e não em Nova York, mas parece que Woody Allen se sente em casa ao retratar a vida local.
Chris Wilton (Jonathan Rhys-Meyers) é um tenista não muito espetacular que resolve largar a vida de jogador para virar instrutor particular de Tom Hewett (Matthew Goode), filho de um inglês riquíssimo. Mostra-se refinado e acaba conquistando um espaço dentro da família. Começa a namorar Chloe (Emily Mortimer), a irmã de Tom. Mas eis que aparece a gostosíssima Nola (Scarlett Johansson), uma fracassada atriz norte-americana. Nola é namorada de Tom, mas Chris quer toda hora traçá-la. E a história não podia acabar bem.
A história do filme é a de Chris tentando e conseguindo subir na vida e sendo obrigado a escolher entre os prazeres da riqueza e os prazeres de uma gostosona. O cara é tão crápula que prefere escolher ambos. Quando o filme terminou, lembrei-me não sei porque dos 10 Mandamentos e reparei que o ex-tenista só não descumpriu o segundo (pelo que eu me lembro).
Eu já tinha visto um filme baseado em Crime e Castigo, livro de Dostoievski. Foi Nina. Achei tão ruim que fiquei traumatizado. Ponto Final, outro filme baseado na obra, superou completamente este trauma. Só existe um probleminha em ver Ponto Final: a sensação de envelhecimento. É duro morar na casa dos pais, ainda depender um pouco deles e ver no cinema uma gostosona mais jovem do que eu.


0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home