Brasil de Flato, o blog

sábado, maio 26, 2007

Por que sou pessimista com amizade entre duas pessoas heterossexuais de gêneros opostos

Na crônica HQEH (muito boa por sinal), o escritor Luís Fernando Veríssimo afirmou que homem que tem amiga é viado. Isto foi obviamente brincadeira, mas para mim, o comentário tem um fundo de verdade.
Interpretar ao pé da letra que "homem que tem amiga é viado" é um exagero, afinal, a maioria homens tem algumas amigas e a maioria das mulheres tem alguns amigos. Mas embora existente, a amizade entre pessoas heterossexuais do gênero oposto não é tão simples quanto a amizade entre pessoas do mesmo gênero.
Uma coisa muito comum é haver um grande círculo de amigos que incluem homens e mulheres. Menos simples é haver intimidade maior específica entre um homem e uma mulher que não namoram, não são casados, nem tem laços familiares. Claro que isto é possível. Nós, homens, podemos conviver muito bem com namorada de amigo. E as mulheres podem conviver muito bem com namorado de amiga. Tudo bem que namorada de amigo é homem e namorada de amigo é mulher. Mas ainda tem outro caso que torna mais fácil a amizade entre duas pessoas heterossexuais do gênero oposto: quando ambos têm namoros bem estabelecidos.
Fora isso, há algumas dificuldades. Quando um homem é amigo de uma mulher, e ambos têm interesse em passar para além da simples amizade, é muito provável que isto aconteça um dia. Quando nenhum dos lados tem este interesse, é difícil para um evitar a incerteza em relação ao sentimento do outro. São recorrentes dúvidas como "será que ele (ela) só quer mesmo amizade?" ou "será que ele (ela) acha que eu estou interessado em ir além?". Isto cria um certo acanhamento em tentativas de agendar programas a dois, como cinema, teatro ou restaurante, tão comuns entre namorados, parentes ou amigos do mesmo gênero. Quando apenas um dos lados tem o interesse adicional, pode acontecer dois casos, ambos contribuindo para enfraquecer a amizade. Ou um dos lados tenta avançar e outro precisa se defender, ou o lado interessado se acanha e ocorrem os mesmos problemas citados anteriormente em relação ao caso em que nenhum dos dois lados tem interesse.
Estas dificuldades apontadas não eliminam a possibilidade de amizade entre duas pessoas heterossexuais do gênero oposto, mas torna a relação mais complicada do que aquela entre duas pessoas do mesmo gênero ou entre pessoas de um grande círculo de amigos.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home