Brasil de Flato, o blog

domingo, agosto 26, 2007

Provocação aos monetaristas

Todos os economistas conhecem a fórmula MV=PY (M=quantidade de moeda, V=velocidade, P=nível de preços, Y=produto). Para a Teoria Quantitativa da Moeda (base para os monetaristas) V e Y são constantes. V é determinado por hábitos dos indivíduos e não tende a mudar muito bruscamente, e Y de longo prazo é determinado pelo capital, trabalho e tecnologia, sem relação com a quantidade de moeda. M é determinada pela autoridade monetária (normalmente o Banco Central) e com V constante, uma variação de M tem efeito sobre Y no curto prazo e no longo prazo, apenas em P.
Normalmente discute-se os impactos de um aumento de M.
Pergunto o oposto: de acordo com a TQM, uma redução de M reduziria primeiro Y, mas depois dos agentes ajustarem suas expectativas, o efeito de longo prazo seria apenas a redução de P. Quer dizer que se o BC cortasse a quantidade de moeda até chegar no zero, o nível de preços seria zero? Se o BC fizesse isso, todos os bens e serviços seriam gratuitos?

Obs. Postei isso na comunidade "Economia Brasileira". Aguardo respostas.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home